Os webinários gratuitos serão realizados nas próximas quarta e quinta-feira, às 20h

O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), organização social que gere os Hospitais Estaduais de Trindade (Hetrin), Formosa (HEF) e Centro-Norte Goiano (HCN), em Goiás, além de PSFs e Residências Terapêuticas, no município de Alfenas, Minas Gerais, realiza esta semana, por meio do Programa de Educação Continuada IMED, uma programação especial para a campanha Setembro Verde – mês de conscientização sobre doação de órgãos.   

As aulas – gratuitas e sem necessidade de inscrição prévia – serão realizadas na quarta e quinta-feira desta semana, 21 e 22, respectivamente, e serão voltadas para médicos, enfermeiros e outros profissionais que fazem parte das esquipes multidisciplinares e que queiram ampliar seus conhecimentos, estudantes da área da saúde e o público geral interessado em aprender um pouco mais sobre o tema.

Na quarta-feira (22/09), o tema será “Doação, Captação e Transplante de Órgãos: Abordagem Multidisciplinar”. A apresentação fica por conta de Marcelo Ramos, graduado em Enfermagem pela UNICID, pós-graduado em Urgência e Emergência pela UFMU e em Administração Hospitalar pela Faculdade Santa Marcelina, mestre em Ciências pela Universidade de Guarulhos e Gerente Assistencial do HCN.

A palestra será ministrada por Katiuscia Christiane Freitas, gerente de Transplantes da Secretaria Estadual de Saúde, Enfermeira do Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência da Secretaria Estadual de Saúde, Graduada em Enfermagem pela PUC-GO, pós-graduada em Enfermagem Oncológica pela UFG, em Gestão Clínica nos Hospitais do SUS pelo Sírio Libanês e Sistemas e Serviço de Saúde em ênfase em Hemoterapia pela UFBA.

Na quinta-feira (22/09), o mesmo tema terá uma abordagem médica. A apresentação será realiza pelo diretor técnico do Hutrin, Thyago Gregório Mota Ribeiro, Médico Especializado em Medicina Intensiva – PEMI AMIB.  A palestra será aplicada por Rogério Orlow de Oliveira, Médico Cardiologista, Médico CET – Preceptor de Cardiologia da Santa Casa de Misericórdia.

Doação de órgãos

O Brasil tem aproximadamente 53,2 mil pessoas na fila de espera por um transplante de órgãos. Referência nesse tipo de procedimento, o país é o segundo do mundo em número de transplantes.

Para se tornar um doador em vida, o paciente deve ter mais de 21 anos, ser saudável e concordar com a doação, que não pode prejudicar a própria saúde. A doação após morte encefálica só acontece com autorização da família. Por isso é importante anunciar para as pessoas mais próximas o desejo de ser doador.

A fila de doação é nacional e faz parte do Sistema Nacional de Transplantes (SNT). Por isso, após a captação, o receptor, ou seja, quem vai receber o órgão, é selecionado de acordo com a prioridade e compatibilidade.

Serviço:

Webinar: Doação, Captação e Transplante de Órgãos

Quarta-feira (22/09) –  Abordagem Multidisciplinar

Horário: 20h

Acesso direto: https://bit.ly/3QQ1QRo

Quinta-feira (21/09) – Abordagem Médica

Horário: 20h

Acesso direto: https://bit.ly/3Dv32XC

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.