O tratamento conta com a interação entre animais treinados e pacientes internados no HCN

Pet terapia no HCN. Homem abraçando cachorro.

Conhecida pelo nome científico de Terapia Assistida por Animais (TAA), a Pet Terapia é um método consiste em tratamentos realizados com apoio de animais treinados. A intervenção terapêutica influencia positivamente aspectos físicos, emocionais, sociais e cognitivos dos pacientes.

Pensando nisso, o Hospital Estadual Centro-Norte Goiano (HCN), sob organização de Júlia Carolina da Silva, médica neurologista, responsável técnica da UTI da unidade, e apoio de profissionais da equipe multidisciplinar, proporciona sessões de Pet Terapia para os pacientes internados que estão em tratamento no HCN.

Os cachorros Otho e Pinga – treinados para esse tipo de sessão – interagem com os pacientes em um momento de descontração. A dupla muda a rotina das alas que são visitadas e desperta sorrisos entre os corredores do hospital. A presença dos pets leva ainda mais conforto e positividade para pacientes, familiares, visitantes e profissionais. A aproximação, o toque e o carinho são absorvidos como um sinal de esperança para a superação das lesões físicas e psicológicas daqueles que estão em tratamento.

Segurança

As sessões de Pet Terapia são realizadas seguindo todos os protocolos para garantir a segurança e a integridade dos pacientes e dos animais. É importante ressaltar que nem todos os animais têm perfil para esse tipo de atividade, sendo necessária uma seleção dos mesmos ainda filhotes, observando o comportamento da linhagem com características de sociabilidade e obediência, reforçadas com treinamento e cuidados para evitar situações de estresse.

O HCN está na fase de implantação do projeto para que essas visitas ocorram de forma recorrente. A ação é sempre acompanhada pelos profissionais das áreas técnica e assistencial e equipe de terapia ocupacional, com supervisão de Júlia Carolina.

Ana Luiza Tanno/IMED

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.